26 de abr de 2012

Extra-Anime

O Anime tanto o Mangá Possui Episódios Especiais,Existem Alguns Tipos Deles,Cada Um com Seu Significado

Bright anime eye.svg
# Omake
Omake (御負け? , por vezes grafado おまけ, significando, literalmante, extras) diz respeito, no Japão, aos capítulos extras ou tirinhas nos mangás, extras nos DVDs e nos jogos incluídos na compra de algum produto. No Ocidente, refere-se apenas aos extras que vêm incluídos na compra de anime ou mangá.

# Filler
Filler (literalmente que enche), embora pelo uso em Inglês não se limite a tal, é usado pela comunidade de fãs lusófonos para denominar episódios ou arcos inteiros de uma série de anime inexistentes na série original do mangá do qual a mesma foi adaptada. Geralmente são produzidos para impedir que a série de TV alcance as publicações atuais da série do mangá - geralmente mais lenta -, evitando paralisações. Isso permite que a franquia ainda possa ser explorada comercialmente, mantendo sua popularidade - mesmo que nem sempre seja positiva.
A produção dos fillers pode se de duas maneiras: Criar uma saga filler completa entre duas sagas do mangá, tendo uma história e personagens prévios. Deixar o anime parecido com um seriado americano, criando pequenos arcos na história.
É comum encontrar a palavra Filler sendo usada ao se referir a episódios em que o conteúdo mesmo estando contidos na obra original, tratam de assuntos a parte da história principal da obra. Geralmente ocorrem em animes cujo tema principal se desenvolve em um longo período e tais episódios tratam de eventos aparte. (Lembrando que não se esta falando em OVA) Ao se observar o uso da palavra filler em relação a estes episódios, não fica clara a diferença entre "Contidos" ou "Não Contidos" na obra original. Por tanto a palavra essa "Encher-FILLER" que deve ser usada com sentido de "Conteúdo que preenche o tempo necessário para que a versão Anime não alcançe a versão Mangá" mas não se esquecer de que na falta de clareza desa diferença, a palavra Filler será mal utilizada e logo se faz necessário a inovação com uma outra palavra para se referir a este "segundo sentido equivocado".
Conforme a definição de filler, o que for diferente não é filler, como no caso de Fullmetal Alchemist, em que a história a partir da segunda metade do anime é outra, diferente do mangá, porque não se trata de um filler, mas sim de uma adaptação. Não foi feito com o intuito de enrolar o público, mas sim apresentar uma história diferente como alternativa do então não finalizado mangá. Notem que o oposto também ocorre - adaptações de anime para mangá que diferem do original.
  • # Filler Canon: São episódios que não estão presentes na série original (não há o conteúdo na obra original) e foram adicionados no anime, porém, esses episódios fillers são dirigidos pelo autor original, por isso são chamados de filler Canon. Como exemplo, no caso de Bleach, o anime está muito próximo do mangá, por isso o próprio criador (Tite Kubo) decidiu fazer uma história apenas para o anime. O nome Filler Canon foi dado, pois essa "saga" é inexistente no mangá, porém é dirigida pelo próprio criador da série.

  • Semi-Filler: É usado em animes e assim como o Filler ele possui a mesma utilidade porém, é constituído de uma certa parte original do mangá e uma certa parte inventa sendo que esta parte inventada não está presente no mangá. Isso torna o anime mais longo e fazendo a história principal andar mais devagar.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.